quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Relato De Um Dia (10/11/09)



Desde o início aquele era um dia anormal. A sensação de que a noite seria fria era quase uma profecia.
Tédio.
Ócio.
Tá, tédio e ócio eram corriqueiros na sua vida.
Uma notícia. Sentia o resquício de esperança se esvair.
Frio, enfim ele chegou. Seu estado febril impedia-o até mesmo de raciocinar. Gotículas de suor brotavam de seus poros.
Uma súbita melhora surgiu junto com uma vontade de purificar-se. Seus olhos estavam inchados - mas não havia chorado. A luz elétrica pregava peças nele.
Tentou olhar para o céu - afinal, a escuridão revela toda a beleza das estrelas - porém, seus olhos o impediam.
Lutou. Brigou. Conseguiu.
Era apenas um, olhando para as incontáveis estrelas.
Tentou dormir, mas perdera o sono. Resolveu escrever, e esperar por seu futuro sombrio.

2 comentários:

  1. Cara já te falei, acho q vc tem alergia de alguma comida, vá ao médico!

    ResponderExcluir
  2. "...e esperar por seu futuro sombrio."

    ResponderExcluir